junho 17, 2019

Algo estranho no ar ! Sem compras na semana

Não sei se alguém mais está achando estranho essa guinada do mercado americano apostando 100% na queda dos juros, o que também indica uma guinada de 360 graus na política do FED.
Fica cada vez mais clara a interferência do Trump no banco central americano em sua busca desmedida por uma reeleição.
Se o FED baixar os juros nesta semana isto ficará cada vez mais claro. O mercado está "rigged" como se diz por lá, ou seja, sendo manipulado por forças além do mercado e isto é péssimo.
Por isso e outras coisas mais como a Boeing (BA) ter tido inéditos zero pedidos no Paris air show e mesmo assim as ações terem subido mais 2% está me deixando com a "pulga atras da orelha". Alguém mais? 

Por isso estou ficando nas "side lines" e não comprando mais ações por enquanto até não sair a decisão do FED. 
Trump tuitou mais uma vez dizendo que haverá um crash se ele não ganhar as eleições. Sinceramente estou querendo que o Joe Biden ganhe para que haja de fato este crash e que possamos voltar a comprar barganhas, por que do jeito que está o risco é muito grande até para quem faz buy and hold / longo prazo.


maio 31, 2019

Compra da semana - DIS- DISNEY !

Poderia ter aproveitado o sell-off desta sexta-feira (31/5/2019) para comprar algumas ações com desconto, porém acredito que o sell-off ainda vai durar meses e não quis pegar a "faca caindo". Preferi aportar em uma empresa que acho que não vai cair tanto no futuro por conta de perspectivas muito animadoras e também por não estar sendo afetada pela guerra comercial corrente.

Trata-se da Disney (DIS). O Disney + que foi anunciado a pouco e será lançado ainda este ano para concorrer com Netflix e outros  associado com a enorme biblioteca de conteúdo da Disney, seu balanço sólido e outros empreendimentos lucrativos como o novo parque Star Wars na Disney World/Land farão com que a Disney tenha um futuro brilhante a meu ver !! Apesar do dividend yield não ser lá estas coisas, o payout é bem baixo e o potencial de pagar mais é enorme, assim como crescimento (pago menos imposto neste caso).

  • Compra de 10 shares a $132,70 cada !



maio 30, 2019

Quem é o maior vencedor do mercado de ações neste século?

Quem é o maior vencedor do mercado de ações neste século? Magazine Luíza? Amazon talvez? Ou quem sabe a Apple? Subindo cerca de 2.300% e 5.300% desde janeiro de 2000, respectivamente, ambas últimas são bons palpites, mas estão longe de ser os campeões de alta do século.

A número 1? Monster Beverage (MNST) Aquela empresa concorrente do Red Bull que produz a bebida energética da latinha verde e preta que quase todo americano toma (Monster).
Fonte: Site da Coca Cola


Desde Janeiro de 2000 a ação subiu mais de 60.000%. Saindo de 9 centavos em janeiro de 2000 para $61,76 ontem (29 maio 2019)

É uma alta histórica, que foi impulsionada pelos lucros crescentes da Monster em todos os anos desde 2008, e crescimento anual de receita nunca ficou abaixo de 9% ao ano desde 2001.
Todo este crescimento está chamando a atenção de gigantes como Coca Cola e Pepsico que podem entrar na luta para comprar a empresa no futuro, porém todas negam qualquer movimento neste sentido. A Coca Cola já possui uma parceria de distribuição com a Monster firmada em 2015 que lhe concedeu quase 17% da empresa.

maio 21, 2019

Onde deixar seu dinheiro enquanto espera para investir?

Convenhamos que faz tempo que estamos esperando uma queda acentuada no mercado americano para finalmente comprar ações e ETFs a preços mais atrativos. Se você é um que também tenta acertar o timing do mercado (mesmo não devendo), deve acompanhar o ratio Shiller PE  e ver que ele continua muito acima da média indicando que tudo está muito caro na bolsa americana.

Enquanto isso podemos ir mandando dinheiro para lá para ter munição para gastar quando ficar barato. Só não podemos deixar na conta corrente da corretora. Abaixo listamos alguns ETFs de renda fixa de curta e curtíssima duração que podemos escolher para estacionar o dinheiro e deixar rendando alguns trocados enquanto se espera:

Fonte: prints da TD-Ameritrade
Alguns dos indicadores que devemos observar ao escolher um ETF para estacionar nosso dinheiro estão marcados em vermelho acima:

-Beta: Medida de volatilidade em relação ao mercado. Quanto menor melhor neste caso, afinal não queremos oscilação nem perder dinheiro em um fundo de RF.
-ER: Despesas ou taxa de adm. Quanto você vai pagar ao ano para ter este fundo. Quanto menor melhor é claro.
-Retornos: Retorno no curto prazo e no longo prazo é interessante analisar. Veja que fundos com beta mais alto e maior duration (Risco maior) tendem e devem render mais já que também darão mais sustos. 

O investidor deverá analisar seu perfil. Se aquele dinheiro não pode correr risco nenhum, um fundo de beta baixo e risco/duration menor é recomendado (SHV, MINT, NEAR). Se quiser ganhar alguns basis points a mais de retorno e arriscar um pouquinho mais IEI e SHY podem ser boas opções.

Só lembrando que existem centenas de outros ETFs semelhantes disponíveis. Outra coisa importante de se verificar é se a corretora escolhida possui algum destes ETFs sem corretagem, o que pode ser um atrativo a mais. Aqui a lista dos ETFs sem corretagem nas maiores corretoras americanas, TDAmeritrade, InteractiveBrokers, Fidelity e Schwab


maio 17, 2019

Você conhece a lista CCC ?

A Lista CCC (iniciais de Champions, Contenders, e Challengers) é uma lista de empresas pagadoras de dividendos criada por um famoso investidor chamado Dave Fish (falecido em 2018) e agora mantida por seu seguidor,  Justin Law. 

A lista contém uma compilação atualizada mensalmente contendo: 

  • Dividend Champions: ações americanas que cresceram dividendos por mais de 25 anos consecutivos;
  • Dividend Contenders:  ações norte-americanas que cresceram dividendos nos últimos 10 a 24 anos consecutivos;
  • Dividend Challengers: ações dos EUA que cresceram dividendos nos últimos 5 a 9 anos consecutivos.
Baixe aqui a última lista em Excel que contem mais de 878 empresas e muitos dos seus números fundamentalistas para analise e filtragem no seu Excel. Confira a lista online também e confira periodicamente em https://www.dripinvesting.org/Tools/Tools.asp onde eles postam as atualizações de empresas e indicadores.

A lista CCC é um ótimo caminho para iniciar a seleção das ações DG que comporão sua carteira nos EUA.

maio 08, 2019

Compra da semana e uma ação que estou prestes a comprar

Compra da semana


A 3M Company (MMM), a empresa do post-it, é na verdade um conglomerado industrial  gigantesco e diversificado que emprega mais de 91 mil pessoas e tem market cap de mais de 100 bi. Fundada em 1902, a empresa agora opera em cinco segmentos de negócios: Industrial, 33% das vendas do ano fiscal de 2017; Segurança e materiais Gráficos, 19%; Saúde, 18%; Eletrônica e Energia, 16%; e Consumidor, 14%. A distribuição geográfica das vendas do ano fiscal de 2017 é a seguinte: EUA, 39%; Ásia-Pacífico, 31%; Europa, Oriente Médio e África, 20%; e América Latina e Canadá, 10%.

Mais de 60% das vendas da empresa são geradas fora dos EUA então a diversificação é grande e talvez por isso o seu resultado trimestral foi abaixo do esperado dada a valorização do dólar perante as outras moedas.
Este é uma empresa de crescimento de dividendos considerada das mais blue-chips que existe. A empresa tem pago um dividendo crescente por 60 anos consecutivos. Para uma perspectiva mais ampla ainda, pagam dividendos ininterruptos por mais de 100 anos.
Comprar ela por um DY de mais de 3% não é muito fácil e é isto que fiz esta semana. 

Estou de olho

A Dominion Energy (D) é uma das maiores concessionárias de energia dos EUA. Com sede em Richmond VA, a Dominion é uma empresa integrada. Possui e opera instalações de geração elétrica; gasodutos de transporte de gás natural e instalações de armazenamento; e linhas de transmissão elétrica.
Com uma sequência de 16 anos de aumento de dividendos, um yield próximo de 5% e recentes aumentos de dividendos na faixa de 8-10% ao ano, a Dominion também é uma holding muito popular para investidores em crescimento de dividendos.
A média do meu valuation sugere um preço justo ao redor de US $ 82, comparado ao preço real de cerca de US $ 75 da Dominion atualmente.
Como estou esperando mais quedas nas ações americanas para o mes de Maio 2019, a D está na lista de compra ao redor de $70.


maio 03, 2019

Ganhe criptomoeda BAT apenas utilizando o browser "Brave"

A criptomoeda BAT é um token Ethereum que potencializa a plataforma de publicidade digital baseada em blockchain da Brave Software. Os usuários da Internet que navegam na Web usando o navegador da Brave (disponível no Brave.com) podem optar por substituir os anúncios que veem por anúncios na rede de anúncios da Brave. Os usuários, em seguida, recebem BAT dos anunciantes como compensação por sua atenção.


Quem possui conta na Coinbase pode ganhar $10 dólares assistindo os videos de introdução da moeda digital e ao instalar o browser Brave e acessar a sua conta na Coinbase para confirmar. Quer tentar? Acesse aqui. Eu ganhei meus $10 em cerca de 20 minutos.

O Navegador tem foco em privacidade. Desde que a Brave lançou seu token BAT ele já subiu 220% em 2019. Os grandes anunciantes como Google Ads deveriam estar preocupados? Acho que sim !
Veja abaixo o gráfico do BAT em tempo real: 




O Brave Ads permite que os usuários ganhem recompensas optando por assistir a anúncios e bloqueando anúncios que eles não querem ver. É uma tentativa de interromper o modelo atual e aborrecer o mercado de anúncios de mais de US $ 600 bilhões, e pode funcionar !


abril 27, 2019

Nova Compra em REITs: Iron Mountain (IRM)

Estamos no meio da temporada de balanços nos EUA e até agora está sendo melhor do que o esperado pelo mercado, principalmente as techs estão batendo as estimativas consistentemente.
Fora deste setor, os REITs estão tendo um desempenho misto.
Um que não bateu as expectativas por  apenas 3 centavos por share foi a Iron Mountain, levando a uma queda exagerada de mais de 9% na semana

A Iron Mountain foi fundada em 1951 (mas tornou-se um REIT só em 2014) e é a maior fornecedora de armazenamento de documentos físicos do mundo. Possui quase 1.500 instalações em 54 países em seis continentes e atende mais de 225.000 clientes corporativos, incluindo 95% das 1.000 maiores empresas dos EUA. 
Fonte: site da empresa

A IRM Possui 60% de participação de mercado na Fortune1000 e 80% no mercado global de armazenamento de documentos (papel e eletrônico), conversão para digital, destruição sigilosa, armazenamento seguro, etc, ou seja, é uma monstra empresa com quase 10 bilhões de dólares de market cap. Para você comparar, o maior REIT (FII) do Brasil, o BRCR11, tem um market cap de 500 milhões de dólares apenas, ou seja, IRM é 20x maior que o maior do Brasil.

Enquanto o mercado se preocupa em valorar resultados trimestrais ao invés de olhar para o longo prazo, a IRM está agora pagando suntuosos 7,53% a.a em dividendos com um payout (lembrando que payout para REITs se olha via AFFO* ) de 78%, abaixo dos 80% que considero limite.
Seus dividendos são considerados seguros (4 numa escala que vai a 5) por vários analistas e casas americanas.

Com tudo isso: Valuation atual, Potencial de Retorno Total, generosos dividendos, avaliação excelente e potencial de retorno de dois dígitos, para mim a IRM é compra e foi o que fiz esta semana, dobrei minha posição nela para 64 papeis. Mesmo que ela não cresça nada, um dividendo de mais de 7% já é 70% do meu target para um retorno total de um REIT nos EUA.

PS: Outros papeis de melhor qualidade na minha lista de compra (PG, MSFT, MMM, D, O, EPR) estão SOBRECOMPRADOS no momento.

E você, conhecia a IRM? 



*AFFO - Os fundos de operações ajustados (AFFO) referem-se à medida de desempenho financeiro usada principalmente na análise de fundos de investimento imobiliário (REITs).

abril 23, 2019

As 10 empresas aristocratas que menos caíram na ultima recessão

As chamadas "Dividend aristocrats" do índice S&P 500 são empresas que aumentaram seus pagamentos de dividendos anuais por pelo menos 25 anos consecutivos.
Elas são consideradas as melhores opções para quem inicia a montagem de uma carteira de renda passiva.
Pegamos a lista dessas empresas e verificamos como elas se sairam durante a última grande crise de 2007 a 2009 e listamos abaixo as 10 que foram mais resistentes as quedas:

Rank Empresa Ticker Indústria
Anos de aumento dividendo
Queda de 2007-2009
10 Kimberly-Clark KMB Consumo 46 -34%
9 Exxon Mobil XOM Petroleo 36 -28%
8 Johnson & Johnson JNJ Saúde 56 -26%
7 Consolidated Edison ED Energia Eletrica 44 -26%
6 Clorox CLX Consumo 41 -23%
5 Colgate Palmolive CL Consumo 55 -22%
4 Hormel HRL Alimentos 52 -15%
3 McCormick MKC Alimentos 32 -14%
2 McDonald's MCD Restaurante 42 -3%
1 Walmart WMT Mercado 45 7%
S&P: -55%

Não é a toa que as empresas listadas acima apresentam resultados impressionantes a longo prazo, inclusive durante a Grande Recessão Americana. 
Embora ninguém possa prever o que causará a próxima recessão, cada uma dessas empresas continua a possuir qualidades que sugerem que elas se manterão relativamente bem em comparação com o mercado como um todo e certamente merecem estar em qualquer carteira DGI que se preze. 

E você, tem alguma delas em carteira?

abril 19, 2019

Visa (V), a nova CIELO (CIEL3) ?

Até hoje a VISA (V) americana foi considerada uma excelente empresa de crescimento de dividendos, apesar de pagar míseros 0,62% de yield no preço atual de $160 o papel.
Isto por que seu crescimento de mais de 20% ao ano nos últimos 5 anos possibilitou aumentos expressivos no valor pago em dividendos enquanto manteve um payout muito baixo de 21%. Como mostra o gráfico:



O grande porém agora é, assim como aconteceu com a CIELO (CIEL3) no Brasil é a entrada de concorrentes muito bem capitalizados no mercado e aumentando muito a competição de taxas no mercado de cartão de crédito.

Embora esses problemas não representem uma ameaça imediata ao domínio da Visa, que detêm 61% do mercado de cartões nos EUA, eles podem fazer com que os investidores pensem duas vezes antes de comprar ações da Visa nos níveis atuais e várias casas de análise já colocam maiores riscos e menores níveis de crescimento no futuro.

A perspectiva de curto prazo da Visa não é totalmente positiva. A relação preço / lucro das ações da Visa está agora em torno de 34,5. Isso vem um pouco à frente do múltiplo médio de longo prazo da ação V, que é de cerca de 32,6, porém competidores como a American Express (AXP) tem um múltiplo PE de apenas 14. 
A Visa estima seu crescimento em 2019 em 15.2%, então ao comprar a AXP, cujos lucros devem subir 11% este ano, os investidores obtêm cerca de 72% do crescimento da Visa em cerca de 40% do preço.

Conclusão

Se adicionarmos ao preço alto e aos múltiplos elevados o fato que a Kroger (KR), uma das maiores redes de mercados nos EUA, ter anunciado que pode parar de aceitar Visa em breve e a entrada da Apple (AAPL) junto com a Goldman Sacks (GS) no mercado de cartões, as ameaças a Visa não param de aparecer e podem muito bem levar ela ao mesmo rumo que a Cielo tomou no Brasil, levando a sofridas perdas a todos os acionistas.
Cuidado com os calls de quem acha a Visa a melhor empresa do mundo, apesar de não ser ruim, o futuro não parece ser tão promissor como o passado foi.