abril 23, 2019

As 10 empresas aristocratas que menos caíram na ultima recessão

As chamadas "Dividend aristocrats" do índice S&P 500 são empresas que aumentaram seus pagamentos de dividendos anuais por pelo menos 25 anos consecutivos.
Elas são consideradas as melhores opções para quem inicia a montagem de uma carteira de renda passiva.
Pegamos a lista dessas empresas e verificamos como elas se sairam durante a última grande crise de 2007 a 2009 e listamos abaixo as 10 que foram mais resistentes as quedas:

Rank Empresa Ticker Indústria
Anos de aumento dividendo
Queda de 2007-2009
10 Kimberly-Clark KMB Consumo 46 -34%
9 Exxon Mobil XOM Petroleo 36 -28%
8 Johnson & Johnson JNJ Saúde 56 -26%
7 Consolidated Edison ED Energia Eletrica 44 -26%
6 Clorox CLX Consumo 41 -23%
5 Colgate Palmolive CL Consumo 55 -22%
4 Hormel HRL Alimentos 52 -15%
3 McCormick MKC Alimentos 32 -14%
2 McDonald's MCD Restaurante 42 -3%
1 Walmart WMT Mercado 45 7%
S&P: -55%

Não é a toa que as empresas listadas acima apresentam resultados impressionantes a longo prazo, inclusive durante a Grande Recessão Americana. 
Embora ninguém possa prever o que causará a próxima recessão, cada uma dessas empresas continua a possuir qualidades que sugerem que elas se manterão relativamente bem em comparação com o mercado como um todo e certamente merecem estar em qualquer carteira DGI que se preze. 

E você, tem alguma delas em carteira?

abril 19, 2019

Visa (V), a nova CIELO (CIEL3) ?

Até hoje a VISA (V) americana foi considerada uma excelente empresa de crescimento de dividendos, apesar de pagar míseros 0,62% de yield no preço atual de $160 o papel.
Isto por que seu crescimento de mais de 20% ao ano nos últimos 5 anos possibilitou aumentos expressivos no valor pago em dividendos enquanto manteve um payout muito baixo de 21%. Como mostra o gráfico:



O grande porém agora é, assim como aconteceu com a CIELO (CIEL3) no Brasil é a entrada de concorrentes muito bem capitalizados no mercado e aumentando muito a competição de taxas no mercado de cartão de crédito.

Embora esses problemas não representem uma ameaça imediata ao domínio da Visa, que detêm 61% do mercado de cartões nos EUA, eles podem fazer com que os investidores pensem duas vezes antes de comprar ações da Visa nos níveis atuais e várias casas de análise já colocam maiores riscos e menores níveis de crescimento no futuro.

A perspectiva de curto prazo da Visa não é totalmente positiva. A relação preço / lucro das ações da Visa está agora em torno de 34,5. Isso vem um pouco à frente do múltiplo médio de longo prazo da ação V, que é de cerca de 32,6, porém competidores como a American Express (AXP) tem um múltiplo PE de apenas 14. 
A Visa estima seu crescimento em 2019 em 15.2%, então ao comprar a AXP, cujos lucros devem subir 11% este ano, os investidores obtêm cerca de 72% do crescimento da Visa em cerca de 40% do preço.

Conclusão

Se adicionarmos ao preço alto e aos múltiplos elevados o fato que a Kroger (KR), uma das maiores redes de mercados nos EUA, ter anunciado que pode parar de aceitar Visa em breve e a entrada da Apple (AAPL) junto com a Goldman Sacks (GS) no mercado de cartões, as ameaças a Visa não param de aparecer e podem muito bem levar ela ao mesmo rumo que a Cielo tomou no Brasil, levando a sofridas perdas a todos os acionistas.
Cuidado com os calls de quem acha a Visa a melhor empresa do mundo, apesar de não ser ruim, o futuro não parece ser tão promissor como o passado foi.




abril 15, 2019

REITs que pagam dividendos todo mês !

Quem não gostaria de receber um salariozinho todo mês sem precisar trabalhar? Tipo coisa de aposentado mesmo.
Pois é, existem um pequeno grupo de Fundos de Investimentos Imobiliários americanos - REITs que possuem a característica de pagar dividendos mensais.

São eles:

Nem todos eles estão em um bom momento para a compra.
Eles já subiram demais dado pela tabela acima de Abril 2019.
É ficar de olho e comprar algumas dessas ótimas opções para gerar renda todo mês sem trabalhar, aliás, seu dinheiro trabalhando por você !

Abraços
IA

abril 12, 2019

Duas ações DGI para comprar a cada dip !

Investir em ações geradoras de renda é uma estratégia ideal para quem busca ganhar dinheiro extra ou o dinheiro principal durante a aposentadoria.
O problema que estas empresas são geralmente chatas para o investidor comum. Elas não sobem rapidamente, não te deixam rico da noite para o dia mas elas podem sim te deixar rico no tempo certo.

Grandes empresas com um histórico de pagamentos de dividendos longo são geralmente as melhores pedidas. Dentre estas não vejo nada melhor do que estas duas:

3M (MMM)

Simplesmente o maior conglomerado industrial do mundo. Não é fácil comprar esta danada com um bom Yield então é preciso atentar-se aos rápidos e curtos movimentos de quedas (dips) por motivos banais como por exemplo um resultado trimestral ruim.

Procter and Gamble (PG)

O mesmo vale para a fabricante da Gillette e muitos outros produtos que você nem imagina que usa. Também não é fácil comprar a danada a preços interessantes. Geralmente ela está sobrevalorizada exatamente por pagar dividendos a mais de 128 ANOS !! Aumentando-os consecutivamente por 62 anos!


Não é difícil gerar um fluxo estável de renda passiva para sua aposentadoria se você começar a economizar antecipadamente e usar uma parte dessas economias para comprar ações de renda passiva confiáveis como a 3M e a P&G.

abril 10, 2019

Os 10 REITS para comprar e esquecer na carteira

Eu não gosto de esperar a hora certa quando se trata de seleção de REITs. .Porque toda a premissa de possuir REITs é capitalizar o poder dos juros compostos, ou seja, ganhar juros sobre juros enquanto você toca sua vida sem se preocupar com o mercado.

Minha carteira nos EUA incluir 10 REITs que compro sempre pensando em manter em carteira por pelo menos 10 anos (salvo se algo grave acontecer com um deles).
Quer saber quais são eles? Veja:

  1. EPR
  2. HTA
  3. FRT
  4. DLR
  5. LTC
  6. SPG
  7. SKT
  8. KIM
  9. VTR
  10. O
Meu preferido? Certamente o pagador de dividendos mensais chamado Realty Income (O).

Como comprar? A cada mes eu pego o quanto eles subiram nos últimos 12 meses (52 weeks lows) e compro os que subiram menos.